Franquias de Moda

ONDV_Foto_Artigo_Haroldo_0716_Moda_Franquia_Ecommerce

 

Pesquisas mostram uma tendência na utilização da combinação do e-commerce com novas estratégias em lojas físicas.

“Reunião com franqueados! A reclamação é geral. Não podemos competir com a franqueadora vendendo produtos pela internet. Nesse momento de vendas mais fracas, pela situação econômica do país esta reclamação ganha ainda mais força.

Mas não é de hoje que ouço esta reclamação. Ou seja, mesmo em períodos de economia aquecida haviam franqueados reclamando. Mas afinal, o fashion e-commerce feito pela franqueadora afeta ou não a sua rede de franquias de moda? Mas o fato é que a venda pela internet veio para ficar, e o franqueado deverá se adaptar. Algumas pesquisas mostram uma tendência na utilização da combinação do e-commerce com utilização de novas estratégias em lojas físicas.

Apesar do e-commerce ter um crescimento forte, são nas lojas físicas que está o valor do varejo. Sendo mais fácil para as marcas utilizarem seus espaços físicos para envolver seus clientes, criando uma experiência atraente e comunicando claramente os valores da marca.

Mesmo em 2030, a maioria das transações ainda terá lugar em lojas físicas, segundo a empresa de pesquisa eMarketer a previsão é que no Reino Unido o e-commerce irá ter 19,3% do total das vendas até 2019, já o Centro de Retail Research estima que este percentual irá subir para cerca de 25% até 2025.

No Brasil a categoria moda já representa 14% do total e é maior categoria de vendas pela internet. (Fonte e-bit 2016).

Portanto ordem agora é inovar e utilizar a própria internet a seu favor para incrementar as vendas nas lojas físicas.

Portanto a época de vendas fáceis ficaram para trás. E as franquias de moda não estão imunes a estas mudanças.

Não adianta reclamar e nem usar esta desculpa pelas vendas que poderiam ser maiores se a franqueadora não vendesse pela internet.

O franqueado de moda deve ter uma postura ativa, em busca de uma melhor performance de suas vendas. Muitas destas estratégias, deverão partir do próprio franqueado, portanto não esperem pela franqueador tomar a iniciativa.

1) Usem a internet a seu favor; ela é uma excelente ferramenta de vendas – Mídias socias – Instagram, Facebook e Pinterest, são excelentes para divulgar sua franquia. Com certeza esta dica parece uma estratégia já “batida”, no tanto só parece. O fato que muitos utilizam de forma convencional o que acaba não trazendo o resultado esperado. Não adianta postar uma foto da vitrine ou de um manequim com as novidades que chegaram. O consumidor gosta de “ação”. Ou seja poste novos looks, de dicas sobre qual o melhor look para ir a uma festa, ou um casamento, ou uma saída mais casual, qual a roupa você deve escolher para ir para o trabalho.
Além disto, siga ou convide seus clientes no Pinterest e construa boards com looks de suas roupas usando blogueiras.

2) Contrate uma blogueira e divulgue as fotos pelas mídias sociais – além dela promover os looks da coleção ela pode fazer uma produção com peças que estão em liquidação, trazendo mais fluxo para a sua loja e assim você poderá vender peças da nova coleção também. Caso sua franquia seja em uma região exclusiva, uma blogueira local passa a ser um diferencial.

3) Cadastre seus clientes – utilize este banco de dados para promoções, ou ainda avisando-os dos novos lançamentos. Promova eventos dentro da loja. Faça liquidações exclusivas para seus melhores clientes antes de divulgar para o público. Franquias de moda situadas fora das grandes capitais devem usar bastante esta estratégia.

4) Venda externa – Dê este mimo para seus clientes vips. Leve a roupa até a eles. No escritório ou em casa. Faça um banco de dados com estes clientes selecionados.

5) Use o e-commerce de sua franqueadora a seu favor – Negocie com sua franqueadora para que ela divulgue quais os clientes que compram por e-commerce de sua região. Entre em contato e dê uma atenção especial. Faça-os curtir uma experiencia de consumo em sua loja.

6) Treinamento, treinamento e treinamento de sua equipe de vendas – Motive-as. Reduza o “turn-over” de suas vendedoras. Veja com a sua franqueadora alguns índices de venda que a sua franquia deve acompanhar.

7) Cuide de seu estoque, faça uma planejamento de sortimento cuidadoso – Nestes casos o suporte da franqueadora é essencial. Qual grade o franqueado deve comprar? Como balancear os estoques de acordo com as vendas planejadas.

Estas dicas são diferenciais no trato com o cliente em um mundo digital. Lembrem-se que a experiência do consumidor em sua loja, o atendimento diferenciado, e o serviço de “personal” “styling” de uma consultora de moda (a vendedora de sua loja) são fatores preponderantes no sucesso de vendas das franquias de moda.”

Escrito por Haroldo Monteiro

Fonte: O Negócio do Varejo

Pin It on Pinterest

Share This
onfashionline-icone

Fique por dentro das NOVIDADES!

Quer saber em primeira mão nossas NOVIDADES e LANÇAMENTOS?

 

Assine!!! É rapidinho!

Falta pouco!! Já já você vai receber uma mensagem de confirmação. Localize essa mensagem na sua caixa de entrada/promoções e clique no botão de confirmação! Obrigado!